19 de dezembro de 2021

Poema para o você que me sabe

 


Gosto de ser bonito pra ele

E ele me treina pra ser lindo independentemente dele


Quando houver viagem no tempo, vou fazer questão de retornar ao futuro

Pra reconhecer você

E de me adiantar ao passado pra ficar esperando você me buscar

O para sempre não tem pressa quando estou com o você que me sabe


Bem te vi e vejo

Te bem digo 

E te quero bem fazer


Fico feliz em saber que minha onda,

no Calendário Maia,

É a Semente Galáctica

E que o lugar onde a alma dele vai lutar 

Também bebe a onda da Semente


Que as novas lutas todas: as cheias, as minguantes, as crescentes

Sejam como a lua que ele me mostra quando

Estamos engarrafados

 

Uma semente que desmente meus medos


Se eu disser que queria ter o corpo dos seus sonhos seria mentira

Porque toda a luta dos meus dias

Tem sido descobrir o quanto gosto do meu corpo, de carpo a rabo


O corpo que me cabe entrego a você

Como o amar se entrega as ondas


Agradeço ao destino-acaso

E à proximidade-distância

Por tudo de bom que experimento com você e não sei como explicar


Agora, estou treinando meu elo telepático com os pássaros que visitam você

E rezando pra que eles deixem que seu canto me ajude a chegar mais perto-longe


Ouvi dizer que, na etimologia da palavra ilusão,

Está a palavra-raiz Ludo, ligada ao gesto de brincar

Na gangorra em que sonho e verdade treinam seus altos e baixos


E sei que a realidade também brinca de ser o que ela é,

Com o exagero sóbrio e austero que lhe é peculiar


Na rosa-dos-ventos, meu estar com você

Brinca seriamente de ser um vento nordeste ou sudeste

Um vento que não se preocupa em ser lastreado pela ilusão ou pela realidade

É meio assim que me reivento com você


Tomara que chegue a tempo a rosa-dos-ventos que enviei

Pra enfeitar o espaço que você está desabrochando 


1 de setembro de 2021

Sobre a combustão que gera oxigênio


Foto: Karla Vidal


O que sinto segue firme e sorte dentro-fora das minhas tempestades

Não se aplica mais o verbo ajudar pra o você que me lê e me sabe

Porque a ajuda já mudou de identidade e se tornou cuidado, chamado, chama:

Combustão espontânea, que em vez de gastar, gera oxigênio e inspiração


Alguns dias em que eu ficar com cara de "Vá catar coquinho",

Me dê o desconto porque, quando você conta comigo e eu com você,

Encontro razão de treinar o existir


Minha insegurança faz eu me repetir,

Mas, os espelhos dela estão aprendendo com você a se resignificar

Não desista dos meus defeitos,

Dos efeitos retardados

Porque calma e doce é a importância que você tem pra mim


A poesia é como meu espírito treina pra entender que não precisa ser adversário de si mesmo

Ela me contou que se sente feliz de poder acordar sonhada com você

29 de agosto de 2021

Aprendendo a desdobrar as 7 cores da montanha


 

Montanha de 7 cores - Getty Images


Desde que eu conheci o você da minha vida,

Minhas omoplatas têm aprendido a ser arco

E meus braços a ser flecha


É ele que eu quero deixar tocar as cordilheiras

Do violão que sou

Sem ele, eu: morro ou falésia sem colo,

Decolagem precipitada


Desde que Deus inaugurou a existência dele na minha vida,

As armas se tornaram sósias dos raios do sol

Com ele perto-longe, aprendo sempre um novo jeito

De desdobrar as cores das montanhas que ex-calo


Faço das milhas coração

Pra estar perto dele


Tomara que ele não prefira a distância de mim

Por ter receito de que minha presença o fira


Eu não devo ser a pessoa mais interessante pra se jogar conversa fora

Mas, ele é a pessoa com quem mais gosto de jogar silêncio dentro 


Sei lá o que tem dentro desse chá de poesia que tomei

Como foi lindo, você ensinando a alma a desembainhar o ser humano

E o corte a desferir


14 de agosto de 2021

Spoiler de O segredo da Espada Mágica

Fonte da imagem: Portal das Esmeraldas


Estar a 2640,9 km de distância e estarmos lado a lado

Frente a frente

Me senti tão feliz que

Lembrei do filme O Segredo da Espada Mágica


Pedi emprestado a essa lembrança, a essa espada,

A esse segredo, a essa magia

Um portal dimensional

Que me faz aterrissar no céu


Vou aproveitar e pedir licença às fases da lua

Pra utilizar o nome delas 

Como apelido das fases da nossa luta

Não importa se a luta será crescente, cheia ou minguante

A luta com o você da minha vida é sempre luta nova


Aceito receber dele um ramalhete de chances

De cometer erros novos e estar presente












21 de julho de 2021

Poema do jogo de xadrez

 

Um fim acima de uma parte de xadrez de vidro em uma rocha 

Fonte: Dreamstime


A vontade de ir embora de mim se transforma em vontade

De me tornar marco do meu próprio salto em altura 

Quando o você que me lê chega e me ex-cala,

Ajudando minhas torres a melhorar sua postura

A olhar o horizonte de peito aberto e cabeça erguida


Qualquer raiva que eu sinta

É o carinho sendo calibrado

Pelo fôlego que ele me tira


Ele sabe chegar com força, 

Domando o cavalo que sou

E retirando seu voo de debaixo das redomas;

Fazendo de cada passo da dança

Ensaio e clímax

Minha autossuperação é em parte desculpa

Pra que ele ache em mim novos pontos de partida


Recomeçar com ele por perto e por longe

É o melhor exercício


O xadrez da minha mente começou a aprender a se sentir abraçado

Porque um príncipe tem entrado no tabuleiro pra desafiar

As minhas prisões de vento

E, sem cerimônia, transformar os xeque-mates 

Em chá de se permitir achar com cheiro de revivescer


Com o você que me lê, 

Continuar é questão de honra 

E honra da questão


Se ele luta a primeira dança comigo,

Encarar o desconhecido vira festa,

E as frestas de luz,

o Xis onde o universo desesconde o tesouro do sol

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...