9 de janeiro de 2023

Elogio

 


Foto: Karla Vidal



Há quem diga que elogios são

Relógios sem acento, sentados no banco dos réus

Por isso, pensei que fosse melhor talvez coroar você

Mas, deixar o sol sem coroa

Não faria jus ao dia-a-dia 

Que se desesconde no seu sorriso que não ri [não riso que sorri]

Como mãos que, brincando com a luz,

Desenham o coração, ou, quem sabe, o pulsar [que não expulsa sua sombra]

A cor

A ação;

Redesenham a marcialidade;

Redefinem a senha de acesso às sementes

Você acha em mim a chave que  abre

As prisões siberianas com suas guerras [bailes] de segunda [primeira grandeza]






14 de outubro de 2022

Poema telepático ou air supply

 

                                       Show de Air Supply - Foto de Karla Vidal


Vou precisar ser incômodo,

Abrir os cômodos da poesia

Contar como foi ter ido ao show de Air Supply

E, como um rapaz sem modos, 

Me tornar parte de um coral de Recifes

E cantar "I can't live, if living is without you..." especialmente pra você

Espero que meu canto tenha chegado até você

Pegando carona no meu abraço telepático

Porque fazer meu pensamento conversar com o seu se torna simples

Diante da dificuldade de não poder estar com você ao menos uma vez por dia

Tem uma música de Air Supply que se chama Goodbye

E que, durante o ensaio, tentei cantar pra você,

Mas, minha existência começou a se desafinar todinha

E, sem saída, quando dei por mim, estava cercado de liberdade,

Cantando a esperança de você gostar de mim "Just as I am"






8 de outubro de 2022

Sem título 2

 



Você já é uma das pessoas com quem mais converso em silêncio

Você já é uma das pessoas que mais me deixa sem saber o que dizer

Uma das que mais está perto de mim estando longe

Que está desperto em mim enquanto durmo

E, até se me chateio, a alegria por você existir se mistura com a vontade de rever você

Fazer companhia a você debaixo do cobertor

Como uma estrela bordada no céu pra trazer calor e poesia ao seu sonho

Talvez eu deva parar por aqui

Porque não me é permitido ter corpo perto de você,

Mas somente sentir 

Remotamente

Ter você remotamente

Sob controle do invisível



18 de setembro de 2022

Sem título 1


 


Me pergunto se ainda quero usar o verbo amar,

Mas, me falta ar quando tento dar este infinitivo de presente


Quando estou a seu lado, às vezes,

É como se caísse no abraço de um fantasma de concreto armado

Uma queda vertiginosa onde meu coração voa


Obrigado por irrigar meu coração com deserto a ponto cru

Não tem sido fácil pra poesia virar meu silêncio do avesso

Mas, a poesia dos gestos sutis tem dado saltos revolutivos


Ás vezes ainda sinto que a gravidade das declarações que fiz foi tão alta

Que me faz cair pra cima e pra baixo mesmo depois de eu ter parado de saltar


Mas, fico feliz por ter desenvolvido mais da alegria neutra

Que é exigida das homens e dos mulheres


Viajei pra um lugar onde ainda não estive pra poder deitar no seu abraço

E depois que a vela foi soprada por um vento represado

Você me ofereceu a enésima fatia do seu barco





 


30 de agosto de 2022

Dito pelo não dito

 




Hoje, vou dizer tudo o que você me proibiu de dizer:

Sem dizer

Ficará o dito pelo não dito

E antes que este poema termine

Você já o terá lido

Porque as entrelinhas do que se diz sem dizer

São ouvidas pelos surdos,

Vistas pelos cegos

Tateadas pelo olfato

Cheiradas nas notas doces da fragrância de falta de tato

Solta em flagrante


O________ que sinto é tão pra sempre

E sem pré ou pós história

Deixei uma semente escondida nas tuas chaves

Ou foi uma bússola escondida num girassol

Nem lembro direito

Porque hoje o meu dizer desrespeitou a tua lei


Quem sabe uma quiromente

Possa te ajudar a desler estas entrelinhas tortas

Mas, qual será o preço a pagar por tal desdita?

Fique contente em saber que tudo de melhor que desejo a quem desejo

Não teria como ser dito, não dito e, menos ainda desdito


O que eu tinha pra dizer hoje

Fez setembro chover em agosto

O que eu estou dizendo sem dizer

Provavelmente não condiz com o que 

Você espera não ouvir de mim


PS.: o que diriam de mim se eu dissesse sem dizer

tudo que tenho pra dizer ao você que__________?


O que falta não dizer?

Continua...(?)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...